Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

05
Fev20

Capricórnio e a árvore da vida

por maga rosa

Capricórnio e a árvore da vida1.jpg

 

E por último vem Capricórnio. O último nas publicações e nas pinturas, mas não na ordem zodiacal. Este foi aquele signo que andei a maturar antes de o tornar desenho e que acabou por sofrer algumas alterações. A ideia inicial colocava-o noutro lugar do meu céu, até que veio a correcção e deu-lhe destaque. Por esta altura já eu tinha aprimorado o traço e o pincel que me acompanhou do início ao fim, uma espécie de todo o terreno, estava mais fino do que nunca. Pobrezito, ficou quase careca e eu sem solução capilar que lhe valesse. Vá lá que antes do trabalho seguinte já tinha encontrado a fonte dos pincéis ideais (finos, macios e baratos) e o meu companheiro de luta pôde reformar-se.  

 

Queria tanto incluir uma árvore da vida nas minhas pinturas, que vi naquela bola grande o espaço perfeito.

 

A árvore da vida, além de simbolizar a vida nas suas diferentes fases, pode considerar-se um amuleto de protecção e de encorajamento. As raízes que se prendem à Terra (e ao passado) e dão estabilidade durante as tempestades. Os ramos que crescem em direcção ao céu na busca de luz (e conhecimento) e solução para as dificuldades (ramos emaranhados) e sucesso (que aqui eu quis acentuar ao pintar as folhas de dourado). Representa também a longevidade e a persistência. Tudo atributos de Saturno e Capricórnio. A minha árvore tem ainda as folhas em forma de coração para que não falte o amor.

 

Capricórnio e a árvore da vida3.jpg

 

Capricórnio e a árvore da vida2.jpg

 

Capricórnio e a árvore da vida.jpg

 

Capricórnio e a árvore da vida4.jpg

Gratidão! 

02
Fev20

02.02.2020

por maga rosa

02.02.2020.jpg

 

Hoje temos uma forte energia de número 2. Há quem considere até que se trata de um portal para outras realidades (nem que sejam só energéticas). Além da repetição dos 02 ou 20, estes estão em espelho tornando a data ainda mais especial e um acontecimento raro.

 

Dois e zero. Que se repetem, repetem e repetem. É como um planeta em Astrologia quando volta atrás e de novo a directo, em que passa e repassa por outros planetas ou pontos num mapa natal. É uma energia que se torna mais forte. É a oportunidade extra para resolver algo. É a “água mole em pedra dura que tanto bate até que fura”.

 

No tarot a carta com o número 2 é a enigmática Papisa. Ela é a encarnação da sabedoria, da intuição e também da revelação quando é chegada a hora certa. Já o zero é a carta do Louco, que por vezes também tem a energia do 2. É o arcano 22 para uns e zero para outros. É multifacetado e tanto representa o início de um caminho, como um ponto de chegada. É tudo e é nada.

 

Em todos os arcanos menores do tarot, “o dois” representa a dualidade. Duas forças opostas que tanto se podem completar e gerar a força da união, como semear a dúvida e a inquietação.

 

Dois são os pólos, positivo e negativo. É o Yin e o Yang. Quando o DOIS deixa de ser uma luta de forças e se transforma num só, ele passa a vibrar numa frequência mais elevada, positiva, capaz de criar e gerar outras energias. E passa a ser equilíbrio e harmonia.

 

Para quem acredita em “sinais”, neste dia estejam ainda mais atentos aos sinais que o Universo nos vai enviando. Ele, através de pequenos acontecimentos terrenos vai-nos dando respostas e mostrando o caminho. Só é preciso acreditar!

 

                                                                                                Créditos da imagem: Jordi Koalitic

27
Fev19

A mandala de Carneiro

por maga rosa

A mandala de Carneiro.jpeg

 

Carneiro é o signo que sucede a Peixes. É aquele que marca o início de um novo ciclo astrológico. E é também aquele que é considerado o mais mauzão de todos. O guerreiro, arruaceiro e festeiro. Tanto está em festa como em guerra. É sempre o primeiro da fila. É sempre o primeiro a fazer barulho.

 

É Marte que lhe empresta a energia e também as cores. Vermelho, vermelhão, vermelhaço… (como a música da Fafá de Belém).

 

Então porquê estas corzinhas tão primaveris, tão florzinhas, tão delicadas?

 

Porque é o signo que marca o início da Primavera, a minha estação do ano preferida. E se é para festejar, então eu quero fazer a festa num campo de flores, rodeada de cores e do chilrear dos pássaros.

 

A mandala de Carneiro1.jpeg

 

A minha mandala de Carneiro é uma ode à vida e uma celebração do Equinócio da Primavera.

 

A mandala de Carneiro2.jpeg

 

Esta é uma parte da pintura que embeleza a minha sala de trabalho e pode ser vista aqui

 

 

12
Nov18

A mandala - resultado final e o que significa

por maga rosa

A mandala - resultado final (2).jpg

 

Finalizada não sei se algum dia estará, porque há sempre um pormenor mais que se pode acrescentar, ou modificar. Por agora é assim que está e ficará nos próximos tempos. Como podem ver, esta é uma mandala muito rica em detalhes e todos eles têm um significado aqui, nesta pintura e neste ambiente.

Toda a mandala que faça jus ao nome, tem um centro à volta do qual se vão desenhando círculos e desenhos. A peça central é o seu coração, um espaço sagrado, de onde irradia enorme força. A minha mandala, no seu todo, representa o universo, o meu universo esotérico, as forças pelas quais me guio.

 

A mandala - resultado final (1).jpg

 

No meu círculo mágico está representado o meu trabalho e como não faço questão de que seja segredo, vou deixar aqui uma explicação acerca de cada símbolo que a preenche.

 

Ali estão representados a Astrologia e o Tarot, tanto nas cores como nas formas. As cartas (tarot), nos símbolos das cartas de jogar (paus, copas, ouros e espadas) e nas coroas. A astrologia, através dos seus elementos (a base de toda a interpretação astrológica), encontra-se no Sol (elemento Fogo), nas flores e na barra verde (elemento Terra), no azul do céu à volta do sol e na barra exterior (elemento Ar) e nas ondas da barra exterior (elemento Água). A barra de fora representa o mar e o céu. A astrologia está ainda representada naquele céu estrelado, onde se encontra também a Lua nas suas quatro fases.

 

A mandala - resultado final (5).jpg

 

Este desenho chama-se Sei-He-Ki, símbolo de energia utilizado nas terapias de Reiki e representa a cura e a protecção. Pintei-o na minha mandala para harmonizar o ambiente e a quem me procura.

 

 

 

A mandala - resultado final (7).jpg

 

 

Cho – Ku – Rei é nome desta espiral, um outro símbolo de Reiki que se usa para aumentar o efeito do anterior. Ele activa e aumenta o poder de cura e de protecção. Além de servir de “interruptor” do Sei he ki, ele ajuda a elevar a nossa consciência.

 

 

A mandala - resultado final (6).jpg

 

O mantra “OM” representado neste símbolo, é um som que se usa muito nas práticas de Ioga e dizem ser o som do universo. Ao ser “dito”, ou entoado para ser mais correcta, sente-se uma vibração na garganta e no cérebro o que estimula o pensamento e a intuição, assim como induz à concentração e meditação. Ele representa o passado, presente e futuro.

 

 

 

A mandala - resultado final (8).jpg

O Olho de Hórus, outro símbolo de poder e protecção. É o terceiro olho, aquele que faz a ligação entre o corpo e a alma e que tudo vê. (Há quem diga que este representa a glândula pineal que se encontra no meio do cérebro e produz a melatonina, hormona que ajuda a regular 

o sono e a reduzir o stress. )

Este é um símbolo de clarividência.

 

A mandala - resultado final (4).jpg

 

 

Não podia deixar de desenhar também uma bússola, para que todos aqueles que vêm até mim em busca de respostas encontrem o seu Norte.  

 

 

 

 

A mandala - resultado final (9).jpg

 

A moeda (Ouros) a representar o mundo físico e prático (também é preciso para materializar tudo o resto). O pentáculo, a estrela de 5 pontas, tem grande semelhança com o corpo humano. Este é também mais um símbolo que representa o tarot.

 

 

 

 

A mandala - resultado final (10).jpg

As pétalas rosa clarinho à volta do centro, são pétalas de lótus. Escolhi o rosa, porque além de ser a cor associada ao amor, é o lótus que representa Buda. Simboliza o crescimento espiritual, a sabedoria e a esperança na resolução dos problemas e dificuldades. A flor nasce na lama e desabrocha linda à luz do Sol sem que se suje.

 

A barra seguinte, a lilás, tem esta cor em alusão à espiritualidade e intuição. É uma cor que transmite calma e tranquilidade. Nela coloquei o símbolo da paz, pelo seu significado e em representação ao meu lado mais hippie.

 

A mandala - resultado final.jpg

 

A toda a volta da mandala desenhei uma flor-de-lis estilizada, que não é mais nem menos que um lírio. Encontrei o desenho num daqueles livros para pintar, que gostei e resolvi reproduzi-lo aumentando-o com a tal técnica que nos ensinam na escola. Fez parte do programa no meu 8º ano de escolaridade. Podia ter desenhado à mão livre, mas não era a mesma coisa! :D

 

Na minha pintura a cercadura de flores-de-lis está em representação da natureza e da simplicidade. Só depois do desenho feito na parede, fui pesquisar o significado e fiquei surpresa ao saber que é um símbolo da coroa francesa, mais precisamente do rei. Eu bem digo que noutra encarnação devo ter vivido em França! :) É que esta escolha foi completamente intuitiva. É também o símbolo dos escuteiros.

 

A mandala - resultado final (3).jpg

  Por último, voltemos ao centro. É do centro que emerge toda a força e é para o centro que convergem todas as energias. No esboço inicial tinha uma rosa, em representação da “maga rosa”, aquela que está por trás de tudo isto e que faz a “magia” com os conhecimentos adquiridos. Mas, por trás não é no centro e se há coisa que eu não pretendo é que tudo gire em torno de mim. Eu sou uma intérprete, um veículo ou canal de energias, uma peça fundamental neste puzzle, mas não o centro da minha mandala. Assim sendo, optei por pintar um trevo da sorte, outro símbolo de que gosto muito e até uso no blogue que tenho na plataforma blogspot. No do Sapo ainda não, mas pretendo aplicá-lo aqui também, se conseguir. Já todos sabem o que significa, pelo que não me vou estender na sua explicação. É a sorte (e novamente a esperança pela sua cor verde), que todos buscam e para todos aqueles que em consulta ou não, entrem na minha sala de trabalho.

🙏  🍀

 

ps. podem ver outros post´s sobre esta mandala aqui e aqui

                                               

                                                                                                       Créditos: maga rosa

 

 

Quem é a maga rosa?

É uma alma antiga, bruxinha ou alquimista, que sabe que é o sonho que comanda a vida e que o essencial só é visível ao coração, pelo que coloca paixão em tudo o que faz, mesmo que aos olhos dos outros não passe de uma lunática. Quando desce à terra, deita cartas e lê nos astros, enquanto vai espalhando pinceladas de cor e boas energias!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • maga rosa

    Força!Se precisares de alguma dica, cá estou para ...

  • Isa Nascimento

    Amor incondicional...

  • Sofia

    Olá,Nós aqui em casa também fizemos as nossas Um ...

  • Sofia

    Olá,Que inspiração, gostava muitoo de fazer a minh...

  • maga rosa

    É uma Rainha de metro e meio de altura (mais coisa...