Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

31
Dez20

Vermelho é a cor do sucesso

por maga rosa

passagem para 2021.jpg

Este é um texto em jeito de despedida do ano velho (que saudades deixa-nos poucas), e uma forma de me redimir por tantas folhas/post’s em branco.

 

2020 foi (e ainda é por mais algumas horas) um ano e tanto! O mundo parou (ou quase). Dizem que a vida nunca mais vai ser como antes e eu quero acreditar que sim, que não vai, mas no bom sentido. Que o ser humano vai aprender a lição e sair disto muito melhor. Uma versão melhorada de si mesmo. Com um olhar mais benevolente e menos crítico. Com mais amor pelo próximo e menos palavras ácidas (basta abrir a caixa de comentários de qualquer publicação nas redes sociais e está cheia delas). Mais amigo. Mais natureza. Menos egoísta. Que me desculpem os mais sensíveis, ou aqueles que já estão num patamar mais acima, mas ainda há muito trabalhinho a fazer para que o ser humano seja realmente um ser digno de respeito e merecedor deste planeta que nos foi permitido habitar. Que a pandemia ao menos sirva para que arrumemos a nossa casa (Terra) e isso faz-se começando por mudar alguns hábitos...

 

Mudando de assunto (que este tem pano para mangas) e voltando à ideia original que tinha para este “post”…

           …Há muito que deixei de fazer uma lista de “desejos” para o ano seguinte, mas não deixo de desejar interiormente que certos objectivos sejam cumpridos.

 

E já que a cor vermelha energeticamente é símbolo de sucesso, então é de verniz desta cor que dou as boas vindas a 2021 (mesmo que de pijama). Com ou sem passas a marcar cada badalada da meia-noite, vou ter em mente o caminho que percorri no ano que termina e os passos que ainda me faltam (ou nos faltam) para alcançarmos os nossos objectivos e transformarmos em realidade os nossos sonhos. E que sonhos! 2020 pode ter sido o que foi, um ano zerado, em stand-by, mas cá para estes lados tem sido cheio de possibilidades de mudança. Por vezes as dificuldades são os nossos melhores professores e o trampolim para fazer acontecer.

 

Que 2021 venha cheio de acontecimentos (mas dos bons!)

(Cá por casa aguarda-se uma Benedita, um casamento adiado, uma reforma antecipada, uma mudança de casa…)

 

Feliz novo ciclo para todos, ou o melhor que consigamos!

 

💖

22
Jan20

2020

por maga rosa

2020.jpg

 

Faz hoje um mês que não publico nada, quase um mês do novo ano. Pelo meio “maga rosa” fez anos. Meia dúzia deles no dia de Reis. Quando eu era criança dizia-se que casou os anos. Neste caso é 6/6. Seis anos de publicações e das minhas fotografias e palavras a correrem mundo.

 

Na viragem de ano e de década não fiz as habituais (ou nem tão habituais no meu caso) resoluções de ano novo porque, por experiência própria, já sei que nem tudo é cumprido e muitas ficam só na vontade. Assim sendo, prefiro deixar que o destino dite as regras e este ano, para começar, ele presenteou-nos com algumas visitas ao hospital, o que ainda não parou mas felizmente já se pode respirar de alívio. E ainda uma virose cá para o meu lado, de bónus. Para que haja o equilíbrio dos pratos da balança, também estamos a ser agraciados com coisas boas, claro. Uma aquisição que poderá revelar-se bem interessante (assim o espero) e que pode mesmo vir a originar alguns “posts” no futuro. Mais outra “aquisição”, esta de quatro patas, inesperada e que me deixou um tanto ou quanto apreensiva, mas o universo lá saberá os seus motivos. Um casamento muito especial para acontecer ainda durante este ano. Mais uma emigração na família já com viagem marcada. E muitos planos para pinturas novas que só se esgotarão quando não tiver mais telas/paredes em branco.

 

2020 é para ter uma energia fantástica com este 20/20. Reduzindo a 4 (pela soma) temos uma energia de estabilidade. O número 4 representa os 4 cantos de uma casa e os pilares base com que é construída. Quatro são também os elementos da natureza que dão estrutura à Astrologia (Terra, Fogo, Ar e Água). É um ano para se construir os alicerces e as bases para um futuro melhor, assentes num compromisso de responsabilidade. É um ano de construção e concretização. É tempo de criar raízes.

 

Temos dois pares de 20 para nos mostrar que não estamos sós e é através da união e cooperação que chegamos mais longe e melhor se ultrapassam os obstáculos.

 

20 é também o número da carta de tarot “o Julgamento” que apela à renovação e ao exame de consciência. E os humanos bem que precisam de pôr a mão na consciência e tomar medidas para que esta nossa casa chamada Terra seja um lugar seguro para todos e por muito tempo.

 

Feliz 2020 para todos!   

 

                                                                                                              (foto do arquivo da maga)

14
Jan19

As pendências da vida...

por maga rosa

As pendências da vida.jpg

 

Deixei de fazer as resoluções de Ano Novo porque cheguei à conclusão de que ficam sempre desejos por resolver e de assuntos pendentes está a vida cheia. Promessas, já nem à nossa Senhora de Fátima! Se tenho objectivos? Tenho, e um deles é ser mais organizada para conseguir realizá-los, mas sem pressões porque o meu lado pisciano não gosta nada disso! :D

Lá terei de voltar às listas que são sempre uma boa forma de não perder objectivos e tempos. Cada coisa no momento certo. E eu sou óptima a deixar passar oportunidades!

 

(Este post é um bom exemplo disso, já era para ter sido publicado há duas semanas e só hoje saiu das pendências. ) 

 

Há dias (ali pelo Natal), fui limpar os ramos da aboboreira que pendiam secos da cerca de paletes e do muro que nos separa do quintal da vizinha e ganhei um bónus. Puxava e puxava e a guia, ou troço, ou lá como lhe queiram chamar, estava difícil de vir toda cá para o meu lado. Pensei que estivesse presa algures, pelo que dei a volta à cerca e não é que do outro lado, pendia esta linda e grande abóbora?! A aboboreira cresceu por ali afora sem controlo, mas devido ao sombrio das árvores e de outras espécies que com ela coabitaram, não deu em nada (achávamos nós!).

Contra todas as expectativas, nasceu e cresceu entre as folhas da planta mãe e as canas-de-açúcar, pendurada do lado de dentro do muro de paletes, escondida dos nossos olhares. Sem sol, amadureceu tardia e em vez da cor amarela, ficou sempre verde. Ainda não a cortei, por isso não sei se está comestível, mas espero vir a fazer uma sopa com ela.

 

E é assim com tudo na vida. Tudo tem o seu tempo certo. Tudo tem o seu ponto de maturação. Se somos apressados e colhemos antes de tempo, o resultado pode ficar aquém do desejado. Se andamos a “empurrar com a barriga”, ou à espera de sabe-se lá o quê, sujeitamo-nos a que a ideia inicial resulte em algo meio sem graça e muitas vezes fora de contexto.

 

Podemos também retirar uma outra lição… Esta minha abóbora é um exemplo real de que, desistir nunca! Com perseverança, mesmo que o resultado não receba uns “Uau’s” de admiração e nem seja digno de um Óscar, vale sempre a pena.

 

🙏

07
Mar17

Dia bom, inspirador...

por maga rosa


Hoje foi um dia bom.Daqueles em que só apetece tirar os quilos de roupa de cima (não é que eu sejafriorenta) e correr desalmadamente pelo campo fora como se não houvesse amanhã.Ou deitar na relva a observar o azul do céu e a sentir a energia entre o Sol ea mãe Terra. Ficar ali a sentir apenas. A ser.

Mas como não podia fazer umacoisa nem outra, porque o meu pedacinho de verde não dá para tanto, arregaceias mangas, ou melhor, despi-as e aproveitei o dia de sol e calor que fez, parameter mãos (e braços) ao trabalho e começar a pôr em prática as resoluções paraeste ano (ver aqui). Já não era sem tempo. Já lá vão 65 +1, dos 365 dias que recebemosde oferta na passagem do ano velho para o novo. Há que aproveitar bem osrestantes 299. E como eu sou uma mulher de palavra (até mesmo das formuladas sóem pensamento), cá estou a realizar as minhas promessas (ou desejos) para estenovo ciclo.

Touro (signo) tarda, mas quandocomeça já não pára. Tem energia para dar e vender. E eu hoje estou assim,imparável a subir e descer escadas, ora com loiças, ora com tecidos ou roupasfora de circulação e revistas. Já tentei ser minimalista, mas comigo nãofunciona. Em tudo aquilo que outros vêem como imprestável, eu prevejo umapossível obra de arte! :D A lista de espera é enorme, mas com tudo agoraconcentrado num local só, o tempo vai render mais e a vontade será outra. Estavamesmo a precisar de um espaço meu onde dar vazão à criatividade, em vez de usaro sótão, noutras vezes a sala das roupas, ou a varanda e até, a mesa dasrefeições.


Haverá cantinho melhor parao efeito e mais inspirador do que a tertúlia?! Penso que não. Cenário que jáfoi palco de muitas festas e que nada impede de continuar a sê-lo, mas comnovos adereços. A casa do fundo com direito a endereço próprio na blogosfera elocal de eleição da filha quando voltou às raízes. Filha que logo, logo,terá a sua casa, o seu canto. Não sou pessoa para ficar a sofrer da síndromedo ninho vazio, porque faço por ser positiva e porque os filhos, por muito queos consideremos nossos, em algum momento das suas vidas precisam de ganharasas. Há que arranjar alternativas e adaptarmo-nos à mudança. É o que farei coma “Casa do Fundo” entretanto mais vazia. Será a oficina da maga todos os dias e às vezestertúlia em dias de festa, ou nas mornas noites de verão. 


Xi-💜,

da maga                                                                                                     
  


                                                                                                                        Foto via Pinterest

Quem é a maga rosa?

É uma alma antiga, bruxinha ou alquimista, que sabe que é o sonho que comanda a vida e que o essencial só é visível ao coração, pelo que coloca paixão em tudo o que faz, mesmo que aos olhos dos outros não passe de uma lunática. Quando desce à terra, deita cartas e lê nos astros, enquanto vai espalhando pinceladas de cor e boas energias!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Em destaque no SAPO Blogs
pub