Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

27
Jul18

Eclipse Lunar

por maga rosa

EclipseLunar.jpg

 

Hoje, daqui a pouco, temos um eclipse Lunar, acontecimento nada invulgar tendo em conta que pelo menos dois eclipses lunares e dois solares acontecem todos os anos. No entanto este é especial, dizem, porque a Lua irá ver-se como uma enorme laranja. Bem, não estejam à espera de ver algo parecido com o fruto nos céus de hoje, mas pelo menos e se as nuvens não se interpuserem, uma cor mais alaranjada a Lua deverá nos mostrar.

 

Já sabem, às 21 horas e 20 minutos (de Portugal) sensivelmente, todos de cabeça no ar a olhar para o céu! ;)

 

Vamos poder ver (assim o espero!), a Lua a desaparecer quase por completo e a ficar oculta pela sombra que a Terra projecta sobre ela. É que o Sol está do outro lado e a Terra mete-se entre os dois astros. Assim, em vez da luz solar se espelhar na Lua, o que vemos é a nossa própria sombra, ou seja, do planeta azul que habitamos.  Como sabem, a Lua não tem luz própria e sim, é-lhe emprestada pelo astro rei, o Sol, o que por momentos hoje não vai acontecer. A Terra é uma marota! 

 

Para quem tiver curiosidade em saber qual o signo desta lunação (estamos numa Lua Cheia), esta está em Aquário.  Muito se fala e especula sobre os efeitos do eclipse sobre a humanidade e cada um de nós em particular, mas decerto não é nada de tão grandioso que possa mudar o rumo da história. Mais notado por uns, praticamente imperceptível por outros (muitos). A nível individual, prestar mais atenção aos planetas pessoais no mapa natal que se encontram nos primeiros graus de Aquário e Leão. Assim como nos signos de Touro e Escorpião (neste caso o efeito é por quadratura).

 

Os efeitos astrológicos deste eclipse poderão fazer-se sentir por alguns meses. Uma vez que a Lua cheia tem um efeito (astrologicamente falando, é claro!), de mostrar, dar visibilidade, ampliar e chegar mais longe… Com o eclipse é como se isto se virasse para dentro. Para dentro de nós. Dá um efeito introspectivo. É a oportunidade de um crescimento a partir de dentro. Do interior para o exterior. A iluminação é interna. A meu ver, dá assim uma espécie de catarse, que leva ao caminho da libertação. Agora cada um que entenda como quiser, dentro da sua realidade e configuração astrológica.

 

(Cuidado só com o nosso amiguinho Marte que anda colado à Lua, é que isso pode ser assim um pouco para o reactivo, com reacções mais aguerridas e impulsivas. Alguma impaciência à mistura, mas aqui o fogo é de combustão lenta, pelo que vai corroendo devagar e a repisar os mesmos assuntos, ou a trazer o passado ao nosso consciente, já que Marte ainda se encontra no seu processo de retrogradação.)

 

Não se esqueçam, que às 21h20 temos encontro marcado lá fora. Todos de nariz no ar e a apreciar a beleza do momento!

 

 (ps. O eclipse já decorre, mas é às 21h20 que terá o seu auge. É um fenómeno que durará mais de 1 hora.)

 

09
Mar18

Júpiter Retrógrado em Escorpião

por maga rosa

Júpiter Retrógrado.jpg

 

O planeta Júpiter prepara-se para mudar o sentido do seu curso. Ele volta atrás para rebuscar algo que ainda ficou por resolver, ou que ficou na obscuridade, ou no inconsciente. Júpiter em Escorpião mexe com o lado mais negro de cada um, expande e traz à superfície, mas por vezes está tudo tão engrenhado que a sujeira continua lá ainda, oculta (ou pelo menos parte dela). E este retrocesso, ou interrupção do curso normal de Júpiter, é como uma esponja que volta atrás para limpar (ou absorver), algum resquício de nódoa que ainda lá ficou. Dependendo de onde este trânsito anda no mapa natal de cada um, é onde se está a dar a “limpeza”. É ver onde está Escorpião e o que lá se encontra. Que áreas de vida estão lá contidas.

Eu diria mesmo que este é um trânsito com tendência psicanalítica e uma aprendizagem também. Ele convida-nos a crescer confrontando-nos com a nossa pequenez e limites. Mas este é um crescimento de dentro para fora e não o inverso.

 

Claro que, no meio disto tudo acaba por haver sempre lugar para alguns excessos. Excesso de ansiedade. Ou de ressentimento, por exemplo. Mas será a culpa só do que está fora? Olha que não. O mapa é nosso!

 

Com Júpiter retrógrado pode dar até a sensação de que as coisas não andam, empacaram, mas é como eu escrevi lá em cima, ainda há muito trabalho por fazer. É assim uma espécie de retroativos. Só que às vezes o pagamento somos nós que o tem de fazer.

 

Temos quatro meses para nos resolvermos. Para fazermos a limpeza da alma, ou dos nossos macaquinhos do sótão, antes de nos podermos voltar de novo para fora já com o EU expandido. Este é um período mais para REVER do que para fazer andar. E se for para ir em frente, que assim seja, mas sempre "olhos nos olhos" da questão (ou do problema) e não esquecendo que a verdade vem sempre ao de cima.

 

                                                       

                                                                                      Imagem: "Nosso Meio Por Inteiro"

06
Mar18

Vénus e Mercúrio em Carneiro

por maga rosa

mercúrioevénusemcarneiro.jpg

 

Vénus e Mercúrio andam de mãos dadas. Mercúrio já saltou para Carneiro (Áries), mas Vénus ainda está com um pé em Peixes, mas prestes a saltar também. Por pouco e ela fazia como a Cinderela, esperava pela meia-noite para se pôr a andar. E enquanto isso, Mercúrio vai afrouxando o laço que os une!

 

- Corre Vénus, antes que o menino te solte a mão!

 

É que ele tem um passo mais largo e não perde tempo com contemplações. Está ávido para absorver toda a informação que encontra pelo caminho. E ela, mais sedutora (e mais carinhosa), vai distribuindo sorrisos e atenções para um lado e para o outro. Por ora segue de óculos cor-de-rosa que a faz ver a vida sob esse prisma, mas deixem-na pôr o pé no caminho que a leva por Carneiro e vão ver o que é descer dos saltos. Saiam da frente, aviso já! Ou não… Se querem uma boa aventura, então corram atrás dela.

 

E será assim nos próximos tempos. Vénus em conjunção com Mercúrio no signo de Carneiro. Até dia 23 vamos tê-los a caminhar lado a lado (ou quase), porque a uma dada altura ele começa a andar mais devagar, até que muda o sentido do seu percurso (fica retrógrado). Isto a 23 de Março. Até lá podemos aproveitar o melhor que estes dois nos podem dar, para conquistar e pôr em andamento alguns planos e projectos.

 

 

                                                                                                       Fotografia: Rufus Sewell

16
Jan18

E se os planetas fossem pessoas?...

por maga rosa

 

Viajando aos confins do firmamento, dou de caras com o majestoso Sol rodeado de duas belas mulheres, um pouco sisudas é certo, mas não deixam de ser lindas…e femininas. Vestem tailleur de corte impecável mas discreto, de cores sóbrias. Ao primeiro olhar diria que são duas executivas de sucesso, uma ainda em início de carreira, vá… A outra já mais experiente na arte de conquistar um território agreste no mundo dos negócios ou das finanças. Coisas de homens diriam as gerações anteriores. Coisas para quem tem pulso de ferro, dizem elas.
 
E o Sol, um pouco formal, vai ouvindo as explanações da menina Vénus, enquanto pelo canto do olho aprecia o seu porte direito e esguio. Mal sabe ele que ela é fogo que arde sem se ver. Enquanto isso, a mais velha encavalita os óculos de osso debaleia no nariz aquilino e sob um olhar atento e reprovador, chama a atenção do elemento masculino para as folhas que acabou de retirar de uma pasta. Tem pressa e não há tempo a perder. O táxi que chamou está ali e o taxímetro a contar. Tempo é dinheiro.
 
(Lua, Sol e Vénus conjuntos no signo de Capricórnio)
 
 
No presente temos uma Lua nova de Capricórnio, uma fase propícia a novos empreendimentos e a traçar e estruturar planos para colocar em prática nos próximos tempos. Esta é uma lunação muito “pé no chão” e vence o que for feito com objectividade e praticidade. A Lua Nova sempre traz um renascimento de algo, pelo que pode ser uma boa altura para trazer ao de cima aquilo que ficou por fazer no ano anterior. Aquilo que está no fundo da gaveta, ou na sua mente. É o momento de resolver o que está pendente, ou então comece de novo, mas faça!
 
 
                                                                          Fonte de imagem: Pinterest
02
Jun17

Saturno

por maga rosa

 

E eu a dar-lhe com o nosso amigo Chaturno!
 
Pudera! É a pedra no meu sapato... Nasci com ele mesmo juntinho ao ascendente. Penso qu eme torna um pouco mais sisuda (às vezes toda eu me sinto sorrisos e vêm-me com esta: - Estás tão séria! E eu cá para mim: “O quê?!” Maldito Saturno!)  J
 
Por vezes gostava de ser mais impulsiva e arriscar. Mas não. Tenho de pensar tudo bem pensado. Fazer tudo na perfeição. Para mim não chega o mais ou menos. Tenho de fazer melhor que bom... Ser perfeita. Mas será que alguém é perfeito?!
Resultado...hesito...receio errar... demoro a concretizar....se ponho mãos à obra, então tudo bem. Mas até lá...é o arrastar do tempo. É o tempo de Saturno!
 
Já pensei até: - E se eu o oferecesse para quem precise mais dele do que eu?
 
Mas pensando melhor...
Saturno é estrutura, é profundidade de pensamento.
Saturno é o esqueleto e sem ele fica-se uma massa informe. Sem ele o pensamento é superficial. A memória fica curta. Não há paciência. Em vez de maturidade, continua-se imaturo. Faz falta em acções estratégicas ou de ordem. Dá jeito na economia.
 
Saturno é o velho Sábio!
 
Há sempre as duas faces na mesma moeda.
E assim é com Saturno. Tudo depende da força que tem no mapa astral de cada um.
O meu não tem dignidades essenciais, nem debilidades. Está peregrino. Não é grande coisa, mas podia ser pior. Pelo menos, valha-me a boa disposição e “leveza” do regente do ascendente (Júpiter em Gémeos na casa III). (uso os regentes tradicionais dos signos).
 
Saturno é o que é velho. Em locais do mapa associados ao fim da vida, sempre pode ser uma bênção, porque poderá significar longevidade (não quer dizer que os outros não tenham uma vida longa...).
Está igualmente associado à terra, à agricultura, à jardinagem, às minas, às pedreiras, à construção, aos oleiros, à pastorícia, ao gado…
Profissões que requeiram algum isolamento, ou de alguma forma ligadas à velhice, ou à morte. A limpeza também é coisa de Saturno.
Planeta das cores escuras, enegrecidas, sem brilho. Do frio e da secura.
 
 
Saturno é o último planeta visível a olho nu, o mais distante e por isso mais lento, o que torna o seu efeito mais duradouro e prolongado.
 
 
 
 
O tempo de Saturno não perdoa…
 
Esta casa em ruínas tem nela memórias da minha primeira infância, dos meus pais ainda jovens, de mim, ainda menininha mas a querer fazer coisas de gente grande…De mim sentada num canto, lá dentro, a costurar uma meia quando ainda mal sabia falar. De mim, lá fora junto a uma daquelas paredes, a dormir em cima do capote de um mendigo. E da minha mãe surpresa e assustada uma e outra vez perante tais quadros…
 
 
Passei lá recentemente e das minhas memórias só restam estas ruínas. Da casa da minha avó uns metros mais à frente, só há a terra lavrada e vazia de casa e de horta. O ribeiro lá em baixo, continua a correr indiferente à passagem do tempo e às vidas que vêm e que vão.  
15
Abr17

Os Dias e Horas Planetárias

por maga rosa






Cada diada semana está consagrado a um planeta, tanto é que em algumas línguas algunsdias têm mesmo o nome parecido ao dos planetas. Deixo aqui só 2 ou 3 exemplos:

(Espanhol)                                          ( Francês)
Lunes  (2º feira) = Lua                           Lundi
Martes (3ª feira) = Marte                       Mardi
Miércoles (4ª feira) =Mercúrio              Mercredi


Cada dia tem sempre dois regentes (planetas).
Um Diurno e outro Nocturno.

Os diasem Astrologia não começam às zero horas, mas sim ao nascer do Sol e terminamquando o Sol se põe.

Regentes Diurnos
Domingo - Sol
2º Feira   - Lua
3ª Feira   - Marte
4ª Feira   - Mercúrio
5ª Feira   -Júpiter
6ª Feira   - Vénus
Sábado   - Saturno

Para umapessoa que tenha nascido num Domingo depois do sol nascer e antes de ele sepôr, nasceu no dia do Sol. Se nasceu numa 2ª, então é a Lua e por aí fora...


RegentesNocturnos
Domingo  - Júpiter
2ª Feira   - Vénus
3ª Feira   - Saturno
4ª Feira   - Sol
5ª Feira   - Lua
6ª Feira   - Marte
Sábado   - Mercúrio

Se nasceuna mesma ao Domingo, mas depois do Sol passar a linha do horizonte e deixar dese ver (ou seja, no Domingo à noite) então o planeta já não é o Sol mas simJúpiter.

Nos mapasastrológicos isto é fácil de se ver. Se o Sol está na parte inferior do mapa(abaixo da linha Asc/Desc.), então o regente é nocturno. E como é óbvio, seestiver acima da linha, é diurno.

As horastambém têm os seus planetas mas como precisaria de dar uma explicação maisexaustiva, ficará para uma próxima. No entanto, o funcionamento é idêntico,sendo aqui necessário calcular o tempo de duração de cada hora (planetária) dentrodas 24 horas (do relógio), porque os dias/noites não têm todos a mesma duraçãoao longo do ano.

Estaatribuição planetária pode ser usada para tudo, mas é particularmente útil emastrologia electiva, para ajudar a encontrar o momento favorável a determinadoseventos. 


04
Abr17

Os sabores de cada planeta

por maga rosa
 
O agridoce doce de pitanga!



Hoje vou falar ao paladar de cada um!
Quem não gosta de saborear um bom petisco, ou um doce daqueles de encher os olhos?!
Pois, porque antes das papilas gustativas os alimentos passam pela aprovação dos olhos!
 
Para quem gosta de saber que "coisas" terrenas se atribuem aos signos ou planetas, aqui ficam umas dicas.
 
Saturno:
Sabores ácidos, azedos ou amargos.
O sumo de limão, vinagre, leite azedo, algumas especiarias, são alguns exemplos de alimentos da natureza deste planeta.
 
Júpiter:
Sabores agridoce. A minha compota de pitanga da imagem acima, é um bom exemplo neste caso. Mesmo sendo um doce, tem um travo ácido. (É óptima para comer com bolachas, a meu ver, claro!)
 
Alimentos de sabor doce, mas não tão gordos como os de Vénus.
 
Marte:
 
Picantes e sabores fortes em geral. Amargo, mas mais picante que os de Saturno. Pode ser o caso da pimenta. A malagueta é um exemplo perfeito, tanto pelo sabor como pela cor.  
 
Sol:
 
Aqui entram os sabores de Júpiter e Marte, mas mais suaves. Apenas um travezinho picante, sem deixar a língua a arder.
 
Vénus:
A perdição de quem é guloso!
Sabores gulosos e agradáveis. Comidas gordurentas,  húmidas, doces, deliciosas!
Nem é preciso dar exemplos :-) (agora ia bem uma fatia de bolo de chocolate com cobertura de chantilly ou uma de  pudim caseiro...)
 
Mercúrio:
Variedade de sabores. Misturas complexas.
 
Uma mistura de muitos sabores, mas de forma subtil e penetrante ao mesmo tempo. Difícil de dar um nome.
 
Lua:
Sabor salgado ou insípido. Aqui também se enquadram substâncias levemente amargas.
A maçã, de sabor fresco e húmido. Alimentos sem qualquer sabor (se é que isso é possível, porque agora não me lembro de nenhum)também são de Lua. (Ah! Lembrei! Deve ser o caso de uma papa feita com farinha de mandioca que comi um dia como sendo típica de África e que não me recordo do nome. Húmida, escorregadia e sem sabor e que o melhor mesmo era engolir logo de uma vez sem mastigar.)
 
 
 
 
Onde quer que estejam, para todos, uma tarde com muitos sabores!! 😏
 

Quem é a maga rosa?

É uma alma antiga, bruxinha ou alquimista, que sabe que é o sonho que comanda a vida e que o essencial só é visível ao coração, pelo que coloca paixão em tudo o que faz, mesmo que aos olhos dos outros não passe de uma lunática. Quando desce à terra, deita cartas e lê nos astros, enquanto vai espalhando pinceladas de cor e boas energias!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • maga rosa

    Força!Se precisares de alguma dica, cá estou para ...

  • Isa Nascimento

    Amor incondicional...

  • Sofia

    Olá,Nós aqui em casa também fizemos as nossas Um ...

  • Sofia

    Olá,Que inspiração, gostava muitoo de fazer a minh...

  • maga rosa

    É uma Rainha de metro e meio de altura (mais coisa...