Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

08
Abr20

Quarentena - dia 26

por maga rosa

quarentena - dia 26.jpg

 

Hoje voltei às minhas pinturas. E é um facto que nelas eu demoro-me e reinvento a minha capacidade de sonhar. Nelas eu fico horas e horas seguidas, pincelando miudinho cada traço, cada mancha de cor. Nelas eu encontro a serenidade e esqueço que lá fora o mundo quase parou. Fico suspensa num traço certeiro que trará a forma desejada. Enquanto isso, faço uns equilibrismos e contorcionismos para chegar à perfeição, que não existe eu sei, mas que almejo. E viro-me para dentro de tanto apreciar a obra e lhe pintar umas nuances. E o mundo fica mais belo. Ou pelo menos o meu mundo. Quero acreditar que o mundo lá fora também. E ainda há quem não saiba o que fazer ao tempo…O meu é tão pouco para tantos sonhos!

 

quarentena - dia 26a.jpg

quarentena - dia 26b.jpg

🍀

25
Fev19

O poder do pensamento

por maga rosa

o-poder-do-pensamento.jpg

 

Quando queremos muito uma coisa, até o universo conspira a nosso favor. O poder da nossa mente é enorme, muito mais do que possamos imaginar e vai muito para além do racional.

 

Há quem diga que aquela teoria de que só usamos 10% do nosso cérebro é uma treta e eu até acredito, porque cada parte tem uma função e é o todo a trabalhar em sintonia que faz com que sejamos o que somos, completos e complexos. No entanto, também acredito que existem algumas dessas partes que usamos menos e que poderiam ser melhor exploradas e aproveitadas. Ou então o segredo está na ligação entre as diversas partes… Não sou cientista, por isso não levem isto muito a sério, certo?! ;)

 

Isto tudo para vos contar que neste fim-de-semana tive a prova (mais uma), de que os nossos desejos quando genuínos têm forte chance de se realizar e tudo acontece de forma a facilitar que assim seja.

 

Tudo está em constante mudança e assim é cá em casa também. A horta que já foi outras coisas, tem agora os seus dias contados e está prestes a mudar de cenário. Eu que sou um ser pensante sempre a inventar e reinventar novas utilizações para o que está ao meu alcance, comecei a idealizar um cantinho zen debaixo da nespereira. Dei por mim a formalizar em voz alta o desejo de construir um chão de tijolos antigos, daqueles bem artesanais. Um chão onde gnomos e fadinhas saltitam nas noites de luar, longe dos olhares dos humanos e por entre as plantas que vão nascendo nos desencontros dos quadrados avermelhados.

 

E como os desejos podem ser contagiantes, o marido uniu a sua vontade à minha e idealizou também uns pequenos canteiros com os ditos tijolos. Em conjunto o poder da mente torna-se ainda mais forte. A vibração de tais pensamentos chega mais longe e mais alto e o universo colabora enviando-nos oportunidades.

 

A nossa oportunidade estava mesmo aqui ao lado, no quintal dos vizinhos. Não diria que foi por acaso, porque nada acontece ao acaso. Tudo tem um sentido, tudo tem uma razão de ser. E os tijolos que eles guardavam há anos, de uma parede demolida, estavam destinados ao meu cantinho zen. Só que nós não sabíamos, e eles também não.

 

Obrigada Universo! Obrigada Vizinhos!

 

 

Ps. Ah, não se esqueçam de desejar só coisas boas, é que o universo não faz uma triagem aos “pedidos” que lhe chegam!  

08
Ago18

Pedras d'Almeirim

por maga rosa

Pedras d'Almeirim.jpg

 

Há pessoas que têm iniciativa e os de signo Carneiro (Áries para os nossos irmãos brasileiros), são peritos nisso. Não é por acaso que é o signo que abre cada ciclo astrológico. A minha irmã é uma dessas pessoas. Desta vez decidiu (não apenas decidiu como fez!), recriar um grupo de pedras pintadas aqui na nossa cidade, ideia que trouxe do local onde mora no Reino Unido. Meteu mãos à obra e das suas breves férias entre nós nasceram algumas obras de arte. Legado este que nos deixou e agora cumpre-nos a nós, família e habitantes em geral, continuar e fazer crescer.

 

Não há dúvida de que é uma ideia bem bonita, que tanto pode ser executada por miúdos quanto por graúdos. E uma óptima forma de ocupar os tempos livres, puxar pela criatividade (por mais pequena que seja) e de aproximar as pessoas entre si.

 

Para o fazer, é bem simples!

Arranjar algumas pedras (sem destruir obra pública ou privada, como é óbvio), algumas tintas e um verniz para terminar e isolar o trabalho, para que a pintura não se estrague quando a pedra andar lá por fora a passear. A minha irmã usou verniz transparente para unhas, daquele bem baratinho. Um frasquinho dá para imensas pedras. Quem tiver verniz para móveis, já não precisa de comprar esse item. Tintas acrílicas, guaches, lápis, tudo serve. Cada um usa o que tem e não é necessário grande investimento.

 

Na parte de trás escrever (com caneta de feltro, ou daquelas para acetato ou CD´s):

 

# Pedras d’Almeirim

# (o seu próprio nome ou alcunha)

Facebook

 

Pedras d'Almeirim1.jpg

 

Deixar secar um pouco antes de passar a camada de verniz para que não esborrate.

 

E voilá! Tem a sua obra pronta!

Agora é só deixar em algum canto da cidade para que alguém a encontre. Para quem souber desta iniciativa, tira foto à pedra e publica na página com o local onde a encontrou e o nome que lá está escrito (ou foto da parte de trás também).

Mesmo que quem encontre a sua pedra não a publique, não fique triste. Lembre-se que já alegrou o dia de alguém! ;)

 

Se tropeçar em alguma pedra pintada, tem duas opções, ou a fotografa para o grupo e a volta a colocar em algum lugar para que outros a encontrem, ou fica com ela e a estima.

 

Pedras d'Almeirim2.jpg

 

 Eu encontrei esta bonita casinha das fadas, mas como tive um ataque de apego (egoísmo  ), não fui capaz de a deixar noutro lado para que mais alguém a encontrasse. Gostei tanto dela que agora já é um pisa-papéis na minha secretária. Para compensar, conto pintar a duplicar ou triplicar e espalhar por aí!  

 

#Mila

 

Grupo no facebook

Quem é a maga rosa?

É uma alma antiga, bruxinha ou alquimista, que sabe que é o sonho que comanda a vida e que o essencial só é visível ao coração, pelo que coloca paixão em tudo o que faz, mesmo que aos olhos dos outros não passe de uma lunática. Quando desce à terra, deita cartas e lê nos astros, enquanto vai espalhando pinceladas de cor e boas energias!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • maga rosa

    Grata! Beijinhos

  • maga rosa

    A foto é da casa dos fundos, a minha oficina, mas ...

  • Maribel Maia

    Que surja a melhor das escolhas!!!Boa semana!!Beij...

  • Ana D.

    Que linda está a tua casinha com os teus desenhos!...

  • maga rosa

    Grata!

Em destaque no SAPO Blogs
pub