Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

26
Out17

A fonte encantada...

por maga rosa

 

Num cenário idílico, entre o verde no vale de uma encosta de Santarém, esconde-se esta bela fonte. A Fonte das Figueiras, construção medieval que sobreviveu até aos nossos dias, foi porventura local de mouras encantadas, cavaleiros sedentes e camponeses a caminho das planícies que se encontram aos pés da nossa bonita cidade.
 
Quem sabe, foi ali que a Maria do Monte, nascida e criada na encruzilhada em frente, descia para beber água e encontrou o Chico da Nora, por quem se enamorou e trocou uns beijos às escondidas.
 
Hoje, com as minhas filhas (as minhas musas), aproveitámos um pouco da manhã outonal para fazer uma sessão fotográfica e absorver as energias do local. Tem dias que uma nuvem de nevoeiro cerrado e baixo paira por ali pelo vale acima, dando-lhe uma aura de mistério. É a nossa Avalon Ribatejana. Hoje não tivemos essa sorte.
 

 

 Ainda houve lugar para a brincadeira…

 
 
Foi por um triz que não caí à água, mas depois de algum equilibrismo, o tombo deu-se para o lado contrário. Sorte!
 
 
 
 
 
 
Desta descendente de celtas, Ibéricos e com uma costela mourisca, um grande xi- ♥   
                     
(ah, e visitem à vontade, que a entrada é livre e aberta a todos!)
 
                                                                                                   Fotografias: maga rosa
                                                       

 

 
22
Set17

Adeus Verão!

por maga rosa

 

O tempo já cheira a Outono, ou talvez não! Talvez seja dos meus sentidos que anseiam pela temperatura amena das estações intermédias. Hoje inicia um novo ciclo (gosto de pensar assim) e felizmente que a vida é cíclica, porque assim temos a oportunidade de recomeçar vezes sem conta. Há quem faça mais no Verão, já eu, é quando este termina que ganho energia extra. É quando faço mais planos. É quando o tempo começa a mudar e as cores dos dias suavizam, que procuro pôr em dia o que não foi feito nos dias quentes. E antes que o rigor do Inverno me surpreenda, é ver-me a pegar na paleta das cores e a dar vida a cada recanto. Aproveito para renovar as energias à minha volta e dentro de mim.
 
A este momento, ao Equinócio do Outono, os Celtas chamavam de Alban Elfed e comemoravam a colheita final dos frutos e grãos, com um festival dedicado aos deuses, Mabon e à sua mãe a deusa das colheitas. A grande mãe Terra.
 
Sendo as noites iguais aos dias, é uma época de equilíbrio, de paz e tempo de fazer a avaliação de tudo o que se plantou e colheu. É tempo de agradecer.
 
Muda-se de estação, muda-se de signo. Virgem dá lugar a Balança. Não é à toa que este signo que entra juntamente com o Outono, é considerado o do equilíbrio. É aquele que tem a balança como símbolo, um dos “objectos” da justiça.
 
 
Parabéns para todos os Librianos (Balanças)!
 
 
 
                                                                                                 ilustração: Morgan Davidson
 
 
 
 
08
Mai17

A flor de Lótus!

por maga rosa

 

 
 
Certo dia, à sombra de umas frondosas árvores na margem de um belo mas solitário lago, juntaram-se os quatro elementos. Depois de muito conversarem sobre os seus feitos e de se mostrarem desiludidos com o ser Homem, resolveram criar algo que perpetuasse no tempo a felicidade do seu encontro e servisse de símbolo e exemplo para os humanos.
 
Por fim, os quatro irmãos tiveram a ideia de criar uma planta cujas raízes estivessem no fundo do lago, a haste dentro de água e as folhas e flores fora dela.
 
Da junção dos poderes da Terra, do Fogo, da Água e do Ar, nasceu a mais bela e pura de todas as flores.
 
 
A Flor de Lótus!!
 
 
Consultaram-se os astros para escolher o melhor dia para comemorar!
É sob a constelação de Taurus, símbolo do poder criador, que se comemora este feito!
 
 
O dia 8 de Maio tornou-se também o Dia da Paz!!
 
 
30
Jan14

Gwydion, o Mago

por maga rosa

 

 
 
Deus gaulês das mudanças, da magia, da cura e das ilusões, tem como símbolo um cavalo branco.
Como guerreiro, foi muito temido porque fazia uso da magiapara enganar os seus inimigos.
No entanto, ele foi um mestre civilizador. Diz-se que foi ele quem descobriu o alfabeto ogâmico, uma língua Celta antiga, de 20 letras em que cada uma estava associada a uma árvore. Este alfabeto era usado por alguns magos celtas.
Ele era também um grande contador de histórias e difusor das artes. Talvez por isso, seja o regente da poesia e da música.
 
Este foi o Deus escolhido para ilustrar a carta de tarot"O Mago" por Anna-Marie Ferguson, no baralho "The LlewellynTarot".
São estas cartas, que acho lindíssimas, que uso para ilustrar a minha publicação diária de tarot na página do Facebook com o mesmo nome do Blogue. A carta do Mago, foi a que saiu ontem e hoje, repetidamente e porque acredito que nada acontece por acaso, aqui a deixo para vocês com toda a sua magia.

 

Com o Mago e com a Maga aqui.

Quem é a maga rosa?

É uma alma antiga, bruxinha ou alquimista, que sabe que é o sonho que comanda a vida e que o essencial só é visível ao coração, pelo que coloca paixão em tudo o que faz, mesmo que aos olhos dos outros não passe de uma lunática. Quando desce à terra, deita cartas e lê nos astros, enquanto vai espalhando pinceladas de cor e boas energias!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • maga rosa

    É isso mesmo, é tudo uma questão de opções... Se p...

  • Bruxa Mimi

    Foi a vossa opção e deixou-vos felizes... Então qu...

  • maga rosa

    Sim, pode! Mas não seria a mesma coisa ter que lim...

  • Bruxa Mimi

    Casar em tempo de pandemia também pode ser na Igre...

  • maga rosa

    Força!Se precisares de alguma dica, cá estou para ...