Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

maga rosa

Oficina de artes esotéricas e criativas.

16
Fev19

Hamsa e o signo de Peixes

por maga rosa

Hamsa e o signo de Peixes11.jpg

 

Lá bem no alto da minha parede, na sala onde os astros me confidenciam passagens e o tarot conta histórias, uma Hamsa ganhou vida e vela para que as energias sejam as mais puras e a sorte nunca falte. Aqui o negativo não tem lugar. O bonito olho místico que tudo vê, limpa maus-olhados e outros casos bicudos. A tristeza que porventura aqui entre, escorre em lágrimas de flores que são absorvidas pelas folhas sagradas de Lotus. E o peixe dourado que vai nadando nas águas azuis da minha mão, traz a abundância para todos e a sabedoria a quem a busca.

 

A minha Hamsa, mão de Fátima, ou como lhe queiram chamar, é o ponto mais alto das pinturas que fiz aqui e representa o Meio do Céu, se tivermos em conta que o desenho no todo representa um mapa astral. O Meio do Céu de um mapa astrológico é aquele lugar onde o Sol tem a sua maior visibilidade e representa o lado da vida mais visível a todos. É a vocação, a profissão e um caminho a seguir. 

Hamsa e o signo de Peixes12jpg.jpeg

 

No meu Meio do Céu (MC), desenhei o símbolo de Peixes, por ser um símbolo de sorte, e por ser o meu signo Ascendente. Este é o meu reino e eu a sua Rainha. E Peixes tem todo o esoterismo que se quer no meu espaço, no meu trabalho e na mágica da vida, a minha vida.

 

Hamsa e o signo de Peixes2.jpg

 

Hamsa e o signo de Peixes7.jpg

 

Hamsa e o signo de Peixes4.jpg

 

Hamsa e o signo de Peixes5.jpg

 

Hamsa e o signo de Peixes6.jpg

 

Ao longo da próxima semana irei falar e publicar sobre os restantes signos pintados no atelier da maga. 

 

                                                                            Creditos das imagens: maga rosa

 

23
Set18

Signo Balança

por maga rosa

Signo Balança.jpg

 

É hoje.

Ou foi esta noite que o Sol entrou no signo de Balança. O muito detalhe de Virgem dá lugar ao equilíbrio de Balança. A noite ganhou o tamanho do dia. A temperatura fica mais equilibrada (esperemos que sim!). Não é por acaso que o símbolo é uma balança. Tudo com peso, conta e medida. Pergunte a um libriano qual o melhor caminho e ele dir-lhe-á que é o caminho do meio. Isto se ele (ou ela) se conseguir decidir por qual caminho ir! É o eterno dilema de Balança.

 

Dir-me-ão alguns: “Mas eu sou Balança e não sou nada indeciso”. Pois… Por acaso sabe que mais influências astrológicas adquiriu no momento do seu nascimento? Ah pois é! Todos temos direito à rodinha completa, com todos os signos e planetas. Para saber que mais influências tem, só fazendo o mapa astral e para isso é importante saber a hora de nascimento o mais exacta possível.

 

Voltando a Balança. Ela não é só indecisão. Também é diplomacia. Saber estar. Saber comunicar. Balança não nasceu para ser solitária. É um ser social. Muito social. (Tenho um Balança em casa, sei como é). É AR venusiano. É o signo das palavras bonitas, do jeito simpático, do porte elegante.

 

Elemento: Ar

Planeta regente: Vénus

Estação do ano: Outono

Partes do corpo: rins e aparelho urinário

Direcção: Oeste

Cidades e vilas portuguesas: Lisboa, Coimbra, Almeida e Gouveia.

Flores: hortênsias e rosas grandes.

Cores: tons de azul, rosa e verde-claro

Pedras preciosas: Safira e Jade

Metal: cobre

 

Parabéns para todos os nascidos sob as energias do signo de Balança (Libra no Brasil). ♎

 

                                                                                                                               

                                                                                                        Créditos da imagem: nam.org

27
Jul18

Eclipse Lunar

por maga rosa

EclipseLunar.jpg

 

Hoje, daqui a pouco, temos um eclipse Lunar, acontecimento nada invulgar tendo em conta que pelo menos dois eclipses lunares e dois solares acontecem todos os anos. No entanto este é especial, dizem, porque a Lua irá ver-se como uma enorme laranja. Bem, não estejam à espera de ver algo parecido com o fruto nos céus de hoje, mas pelo menos e se as nuvens não se interpuserem, uma cor mais alaranjada a Lua deverá nos mostrar.

 

Já sabem, às 21 horas e 20 minutos (de Portugal) sensivelmente, todos de cabeça no ar a olhar para o céu! ;)

 

Vamos poder ver (assim o espero!), a Lua a desaparecer quase por completo e a ficar oculta pela sombra que a Terra projecta sobre ela. É que o Sol está do outro lado e a Terra mete-se entre os dois astros. Assim, em vez da luz solar se espelhar na Lua, o que vemos é a nossa própria sombra, ou seja, do planeta azul que habitamos.  Como sabem, a Lua não tem luz própria e sim, é-lhe emprestada pelo astro rei, o Sol, o que por momentos hoje não vai acontecer. A Terra é uma marota! 

 

Para quem tiver curiosidade em saber qual o signo desta lunação (estamos numa Lua Cheia), esta está em Aquário.  Muito se fala e especula sobre os efeitos do eclipse sobre a humanidade e cada um de nós em particular, mas decerto não é nada de tão grandioso que possa mudar o rumo da história. Mais notado por uns, praticamente imperceptível por outros (muitos). A nível individual, prestar mais atenção aos planetas pessoais no mapa natal que se encontram nos primeiros graus de Aquário e Leão. Assim como nos signos de Touro e Escorpião (neste caso o efeito é por quadratura).

 

Os efeitos astrológicos deste eclipse poderão fazer-se sentir por alguns meses. Uma vez que a Lua cheia tem um efeito (astrologicamente falando, é claro!), de mostrar, dar visibilidade, ampliar e chegar mais longe… Com o eclipse é como se isto se virasse para dentro. Para dentro de nós. Dá um efeito introspectivo. É a oportunidade de um crescimento a partir de dentro. Do interior para o exterior. A iluminação é interna. A meu ver, dá assim uma espécie de catarse, que leva ao caminho da libertação. Agora cada um que entenda como quiser, dentro da sua realidade e configuração astrológica.

 

(Cuidado só com o nosso amiguinho Marte que anda colado à Lua, é que isso pode ser assim um pouco para o reactivo, com reacções mais aguerridas e impulsivas. Alguma impaciência à mistura, mas aqui o fogo é de combustão lenta, pelo que vai corroendo devagar e a repisar os mesmos assuntos, ou a trazer o passado ao nosso consciente, já que Marte ainda se encontra no seu processo de retrogradação.)

 

Não se esqueçam, que às 21h20 temos encontro marcado lá fora. Todos de nariz no ar e a apreciar a beleza do momento!

 

 (ps. O eclipse já decorre, mas é às 21h20 que terá o seu auge. É um fenómeno que durará mais de 1 hora.)

 

18
Mai18

Achernar, uma estrela fixa

por maga rosa

Achernar, uma estrela fixa.jpg

 

Temos uns dias mais primaveris e o céu fica outro, um verdadeiro espectáculo de estrelas cintilantes aos nossos olhos…

 

As estrelas (fixas) fazem parte do firmamento, a mais alta das esferas celestes, formam as constelações e são o pano de fundo sobre o qual os planetas se movimentam.

 

Em astrologia são de grande importância, dando muita força àquilo que tocam, e mesmo não alterando um mapa, acrescentam pequenos toques e podem ser causadoras de instabilidade. Actuam apenas por conjunção.

 

Usando o meu mapa como cobaia, junto ao ascendente e Saturno, encontra-se Achernar uma estrela da natureza de Júpiter, que confere honras e boa sorte e induz à caridade e religiosidade.

Tratando-se do ascendente, esta estrela contribui para um comportamento com bons modos. Justiça e piedade e mais uma dose de modéstia (já não me bastava Saturno!).

Sorte até tenho, quanto às honras e riqueza pelos vistos andam a passar-me ao lado. Deve ser por o planeta regente do signo onde se encontra a estrela (e o ascendente), estar posicionado no signo do seu Exílio (Gémeos) e que me leva a não saber aproveitar as oportunidades. Saturno no conjunto também cria alguns limites.

Quanto a religião, não sigo nenhuma, no entanto, não deixo de ter a minha própria fé.

 

Recordo-me de em criança, estava eu na primeira classe, o padre ir à escola ensinar-nos o catecismo e de pelo menos uma vez, juntamento com um grupinho de colegas ter ido levar a professora à paragem do autocarro e pelo caminho de terra batida lá fomos nós dizendo e cantarolando as orações em coro. Eu tinha uma predilecção muito especial por Jesus Cristo e por causa daquele episódio em que ele andou sobre as águas sem ir ao fundo, desenhei-o à superfície do mar. Durante muito tempo lembrei-me daquele desenho com orgulho, até que um dia passados uns anos, tornei a vê-lo e para minha surpresa, o mar mais parecia um aquário. Ainda hoje, costumo brincar com isso, dizendo que desenhei Jesus Cristo dentro de um aquário.

Já no 2º ano, com uma nova professora que me levava de carro para a escola (morava numa aldeia e ia à escola noutra), num belo dia de aulas em que estava marcada a nossa 1ª comunhão, pelo caminho encontrámos um grande obstáculo. Uma árvore caída a toda a largura da estrada e que nos impediu de chegar a tempo. Resultado, eu fui a única que não fez a 1ª comunhão. Trapalhadas de um Júpiter debilitado ou obstáculos de Saturno, venha o diabo e escolha!

 

 

Achernar deriva do árabe e significa “o fim do rio”, o rio Eridano, (ou Eridanus) como a constelação à qual pertence e que se encontra no hemisfério celestial sul. É um dos cinco rios que cruzam Hades na mitologia grega, mas não se sabe ao certo a que rio “real” corresponde. O Eridano é mencionado em escritos da Grécia Antiga como sendo um rio na região norte da Europa e tanto poderia ser o rio Pó, como o Nilo ou o Danúbio. Eufrates (Iraque e Turquia) também é uma possibilidade a considerar.

 

 

Segundo a lenda, Phaeton por imprudência, tomou as rédeas dos animais que puxavam a carruagem que conduzia o Sol e não tendo conseguido dominá-los, precipitou o veículo sobre a terra, secando os rios e incendiando as florestas. Zeus, ou Júpiter foi em auxílio e para salvar o universo acabou por o fulminar com o seu raio, caindo este, ferido, no rio Erídano onde se afogou. As Helíades ficaram tão sentidas com a perda do irmão que se fartaram de chorar e os deuses com pena delas transformaram-nas em 3 carvalhos. As suas lágrimas no entanto continuaram a fluir e quando caíam ao rio transformavam-se em âmbar.

 

Por causa desta lenda, o âmbar tem sido considerado ao longo dos tempos um símbolo de amor fraterno.

 

                                                                                   Imagem fonte: Pinterest

23
Abr18

É tempo de semear...

por maga rosa

Tempodesemear.jpg

 

Em Carneiro preparou-se o terreno. Com Touro, semeia-se e planta-se. Este é o momento de deitar a semente à terra. Como diz o ditado, “quem semeia ventos colhe tempestades”, então vejam lá o que lançam à terra, que é como quem diz, o que projectam e fazem. E se não fazem nada, também não podem esperar receber alguma coisa.

 

Touro é o signo do meio da estação. Carneiro deu início à Primavera, Touro a continuidade e Gémeos vem para a fechar. Como todos sabem, esta é uma época muito fértil. Já não se vivem os rigores do Inverno, mas também ainda não se está sob o calor árido do verão que tudo queima e seca. A Primavera é o meio-termo. É a luz em abundância mas sem queimar e é a humidade q.b. que rega sem destruir, factores essenciais para originar crescimento e abundância.

 

Touro é um bom signo para se desenvolver alguma actividade em que se quer consistência e durabilidade. (claro que existem outros factores astrológicos a ter em conta, mas esta é a energia base deste signo que vigora agora).                       

 

 

Parabéns para todos aqueles que nasceram sob as energias do Sol no signo de Touro (eu incluída)!

 

 

                                                                                                                                 Foto: Fabmood

 

20
Mar18

Bem-vinda Primavera!

por maga rosa

Bem-vinda Primavera!.jpg

 

16h16

(hora de Portugal)

 

Chegada da Primavera.

Início do novo ano astrológico.

 

Este é um ponto de viragem com uma carga energética muito grande, sobretudo do ponto de vista astrológico, mas também mundano. Quem não se sente mais bem-disposto com os dias maiores e mais ensolarados desta estação do ano? Eu, pessoalmente, sinto-me outra com a chegada da Primavera. Sinto-me de alma lavada e menos ermitã. A luz crescente da Primavera (agora no hemisfério Norte), tem um efeito medicinalmente reconhecido sobre todos nós, é um facto. Maior sensação de bem-estar e menos tendência à depressão. E a lista de benefícios não pára por aqui…

 

Hoje, o signo de Peixes cede o lugar a Carneiro, terminando assim um ciclo e começando um novo. Carneiro é o primeiro signo do zodíaco. Com ele começa-se a preparar o terreno para as novas sementeiras.

 

Perséfone sai das profundezas do mundo subterrâneo e território de Hades e sobe à terra onde passará a próxima metade do ano. Com a sua vinda, a luz cresce e os campos florescem.

 

 

Também Ostara, outra deusa da Primavera, no dia de hoje volta à terra e traz consigo sentimentos de equilíbrio e renovação. Não nos podemos esquecer que, depois de um longo inverno em que as noites ganham ao dia, finalmente dá-se um equilíbrio.

 

Ostara tem um poder muito forte de fazer magia, pelo que, hoje é um bom dia para quem lhe quiser fazer pedidos de fertilidade ou outras bênçãos com vista ao crescimento e sucesso de algo. Dizem que o primeiro dia e a primeira noite da Primavera são os melhores para o efeito, por estarem em equilíbrio, ou seja, de igual tamanho. Há um equilíbrio entre feminino (noite) e o masculino (dia).

Seja como for e independentemente do assunto, hoje e os próximos dias são bons para fazermos os nossos pedidos para a obtenção de graças.  

 

Abra as janelas (da casa e da alma) e deixe-se inundar pela luz benéfica da Primavera. Respire profundamente, feche os olhos e mentalmente, peça a Ostara que lhe ilumine o caminho e o/a ajude a alcançar aquilo que pretende. Não se esqueça de agradecer! ;)

 

 

 

09
Mar18

Júpiter Retrógrado em Escorpião

por maga rosa

Júpiter Retrógrado.jpg

 

O planeta Júpiter prepara-se para mudar o sentido do seu curso. Ele volta atrás para rebuscar algo que ainda ficou por resolver, ou que ficou na obscuridade, ou no inconsciente. Júpiter em Escorpião mexe com o lado mais negro de cada um, expande e traz à superfície, mas por vezes está tudo tão engrenhado que a sujeira continua lá ainda, oculta (ou pelo menos parte dela). E este retrocesso, ou interrupção do curso normal de Júpiter, é como uma esponja que volta atrás para limpar (ou absorver), algum resquício de nódoa que ainda lá ficou. Dependendo de onde este trânsito anda no mapa natal de cada um, é onde se está a dar a “limpeza”. É ver onde está Escorpião e o que lá se encontra. Que áreas de vida estão lá contidas.

Eu diria mesmo que este é um trânsito com tendência psicanalítica e uma aprendizagem também. Ele convida-nos a crescer confrontando-nos com a nossa pequenez e limites. Mas este é um crescimento de dentro para fora e não o inverso.

 

Claro que, no meio disto tudo acaba por haver sempre lugar para alguns excessos. Excesso de ansiedade. Ou de ressentimento, por exemplo. Mas será a culpa só do que está fora? Olha que não. O mapa é nosso!

 

Com Júpiter retrógrado pode dar até a sensação de que as coisas não andam, empacaram, mas é como eu escrevi lá em cima, ainda há muito trabalho por fazer. É assim uma espécie de retroativos. Só que às vezes o pagamento somos nós que o tem de fazer.

 

Temos quatro meses para nos resolvermos. Para fazermos a limpeza da alma, ou dos nossos macaquinhos do sótão, antes de nos podermos voltar de novo para fora já com o EU expandido. Este é um período mais para REVER do que para fazer andar. E se for para ir em frente, que assim seja, mas sempre "olhos nos olhos" da questão (ou do problema) e não esquecendo que a verdade vem sempre ao de cima.

 

                                                       

                                                                                      Imagem: "Nosso Meio Por Inteiro"

Quem é a maga rosa?

É uma alma antiga, bruxinha ou alquimista, que sabe que é o sonho que comanda a vida e que o essencial só é visível ao coração, pelo que coloca paixão em tudo o que faz, mesmo que aos olhos dos outros não passe de uma lunática. Quando desce à terra, deita cartas e lê nos astros, enquanto vai espalhando pinceladas de cor e boas energias!

Mais sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • maga rosa

    Confesso que hesitei em aprovar este comentário e ...

  • maga rosa

    A autora há muito que mudou de registo... Talvez p...

  • Anónimo

    E então, se tudo isso se passasse em 9650-007 CÚ D...

  • pedro

    no inicio aquele re_isto do lado a e lado b mas da...

  • maga rosa

    * Aliás, PDI (peço desculpa pelo palavrão... Porra...

Em destaque no SAPO Blogs
pub